Arquivo para dezembro, 2008

Que mane Michael Jackson!

Posted in Sem categoria on 12/31/2008 by vohfumada

Enquanto o branquelo come criancinhas o Prabhu Deva (procurar na wikipedia) da um trato na marmita enquanto executa a versao indiana do moonwalk em cima de um trem!

 

 

Sensacional!

 

PS: Sim, e o mesmo cara do “Rivaldo sai desse lago!”

Anúncios

Posted in Sem categoria on 12/24/2008 by vohfumada

mundo1Hoje uma das coisas mais faceis de se fazer na internet e baixar musicas, seja do artista que esta ” no topo das paradas” como daqueles cults que dificilmente se encontra algum material nas lojas. Agora mesmo ouco Yann Tiersen, um artista que, se fosse depender da boa vontade das grandes gravadoras, eu nunca iria conhecer.

 

A internet se tornou uma ferramenta de compartilhamento de todo o tipo de conteudo. Ve-se, por exemplo,  que nunca as gravadoras se preocuparam tanto ( ate porque nunca haviam deixado de lucrar tanto) com a querela do direito ou nao do artista (entenda-se gravadora) de ganhar com as mp3 que hoje circulam livremente pela rede mundial de computadores.

Ampliacao do acesso a web

Ampliacao do acesso a web

Mas, para alem desse detalhe, o que me interessa aqui destacar e a capacidade de democratizacao de conteudo que a internet proporciona. E facil perceber esse movimento. Na incapacidade e inseguranca ao se usar um programa para baixar arquivos, os internautas passam a hospedar coletaneas inteiras em filehostings na internet e postam os links em diversas comunidades do orkut(discografias mp3), oferecendo aos outros internautas a oportunidade de usufruir daquele conteudo. Nada me impede de pegar uma noticia de um jornal de grande circulacao, copiar em meu computador na integra (o que os sites de jornais nem sempre proporcionam) e mandar via e-mail para meus contatos, nada impede de algum leitor desse blog copiar esse post e enviar aos contatos. Nada impede ninguem hoje de ter um blog, um site, um perfil no orkut, algo que o permita compartilhar a producao dele e dos outros com todos os outros internautas.

Penso quantas pessoas no mundo nao tem acesso a tais conteudos senao pelo computador. O barateamento de notebooks, a sua utilizacao nas escolas e em associacoes de bairro, o acesso gratuito a internet sem fio em diversas cidades (o que inclusive ja foi proposto na ultima eleicao para prefeito de Sao Paulo pela candidata Marta Suplicy, do PT) sao medidas que mesmo sem querer democratizam o acesso a informacao.

Faz-se questao de sempre destacar os aspectos negativos desa livre-circulacao de conteudo, como por exemplo os crimes de divulgacao de material pornografico infantil dentre outros que facilmente ficam impunes devido a anonimidade proporcionada pela rede. Acredito sim que devam existir leis especificas para essas questoes mas meu medo, no entanto, seja de se encontrar uma maneira de se policiar todo o conteudo que roda na rede, inclusive cobrando por ele e impedindo esse movimento de democratizacao de conteudo e da possibilidade de livre divulgacao de opiniao.

 

 

So para nao dizer que nao fiz minha parte: Yann Tiersen e Gotan Project

http://rapidshare.com/files/41280566/music_planet_2nite.rar

senha: ultimovicio

 

PS: Peco desculpas pela grafia errada, ainda nao aprendi a configurar esse teclado!

Teoria do Peido

Posted in Devaneios, Questoes da Humanidade with tags on 12/07/2008 by vohfumada

Ok. Todos sabemos que TODO MUNDO PEIDA, até a Sandy.

Mas isso não faz com que isso seja uma coisa menos desagradável.
Para peidar sem que as pessoas notem que foi você é muito fácil:
Antes de peidar verifique se há PELO MENOS 2 pessoas no ambiente, além de você.

Oras, mas por que 2 pessoas?

Por que só você saberá que foi você quem peidou.
A pessoa um vai pensar:
Ah, um desses 2 peidou!

A pessoa 2 vai pensar:
Ah, um desses 2 peidou!

E você faz cara de sonso, como se não estivesse acontcido nada pra ninguém desconfiar de você.

O foda é que se essas 2 pessoas se encontrarem e uma virar pra outra e perguntar:
Ei, foi você que peidou?
E a outra responder não, então, meu filho… já tá com fama de peidorrero!

peido