Arquivo para fevereiro, 2009

Darwin explica.

Posted in Sem categoria on 02/26/2009 by vohfumada

É foda como a vida da piruetas! Uma montanha-russa. Sabem a estória da Betty, a feia (mexicana eu digo), tirou os óculos ela se transforma? O que dois ou três anos não são na vida de um homem?! Recentemente encontrei um ex-colega de maternal, não o via fazia uns 5 anos, na verdade ele quem me reconheceu:

– Nossa, você por aqui, quanto tempo!

– Ooooo QuÊÊÊÊ? VocÊ tão mirradinho, tão frango com óculos fundo-de-garrafa assim?!!?! Soltando a franga?! Rodando a baiana??? Mostrando quem é quem manda?!

E eu aqui, nessa decadência! Comentei para uma amiga minha também ex-colega nossa que o tinha visto aquele pedaço de mal caminho no bar e ela nem deu muita bola, por coincidência o encontrou no elevador do prédio onde morava.

– Nossa, eu te conheço! – disse ele

Conversaram uns 5 minutos, depois ela veio correndo me mandar um e-mail. É incrível como certos caras parecem que foram transportados para outra dimensão e voltaram assim, sem mais nem menos para fazer o nosso queixo cair.

Tem também aquela espécie “ rejeitei-e-me-arrependo-devolvei-me-Senhor-!” , que você pensa “ deveria ter pego pra criar!”

Mas nunca é tarde! Dá pra aproveitar  a versão digievoluida e não se arrepender  até porque afinal, quem liga pra passado? 

Anúncios

Camisa de banda não rola!

Posted in Devaneios, Relacionamentos with tags on 02/26/2009 by vohfumada

Sábado a noite, um encontro marcado.
Garoto passa na casa da garota. O garoto interfona para o apartamento da garota. Ela desce. Os dois se cumprimentam e decidem dar uma volta pela praia.
Ela então percebe que o garoto tá com uma camisa do MEGADETH, logo no primeiro encontro.
A garota então pensa: Deve ser mais um bobo metaleiro frustrado por não saber tocar nada nem cantar e por isso não pôde ter uma banda.

Tá.. vo parar de escrever na terceira pessoa.

Ao longo da conversa. Perae, eu falei conversa?
Ao longo do meu monólogo, percebi que nem o papo compensava a camisa de banda. É, sim, peguei o cara. Também poxa, o cara foi até em casa, se não rolasse nada ele iria voltar pra casa triste chorando pra mãe.
Tá vai, o cara era tímido. Mas também beijava mal. E usava camisa de banda. Putz, será que ele era BV??

Nada contra camisas de banda. Mas para o primeiro encontro, nem uma camisa lisa, sem estampa nehuma ele tinha? Nem que pegasse o uniforme da escola da época que ele ainda tava na escola!
Não, unifome da escola ia ser pior. Nem que pegasse uma camisa do pai!! Dava pra gastar um tempinho a mais escolhendo a roupa!

Se o cara vai em um show de uma banda ou então é o cara da banda, ai não tem problema, beleza, mas para primeiro encontro, não rola. Junta então o fato da camisa de banda, que aparentemente o cara nunca saiu num encontro então não sabe se arrumar direito, com o fato de que não sabe conversar mais que beija mal. Sério, era BV!!

Mas quanto a beijar mal e não ter conversa foi o de menos, o que realmente me incomodou foi a merda da camisa do MEGADETH.
Nada contra o Megadeth, e sim contra a camisa. Vai numa Heing qualquer camisa é 30 reais. Ou ele tava achando que ao ver ali a estampa de um dos álbuns do Megadeth, eu gostasse também da banda e teríamos assunto a noie inteira, nesse caso, o Megadeath.
Adivinha só, eu não gosto de Megadeth!! Mas pelo menos eu sei conversar sobre outras coisas.

Camisa de banda continua sendo algo broxante. Eu não preciso saber da preferência musical do cara com quem estou saindo, assim, logo de cara. Isso se descobre depois, conversando!

Para a minha surpresa uma amiga pegou esse mesmo cara. Ele não estava com a camisa do Megadeth nem de banda nenhuma e ela ainda falou que ele tinha pegada.
Sério, eu tirei o BV do cara!

Dica musical do dia!

Posted in Música with tags , , on 02/25/2009 by vohfumada

É, sim, hoje tô inspirada resolvi postar duas vezes.

Um belo dia tava procurando umas músicas solo do John Frusciante (guitarrista do Red Hot Chili Peppers). Foi então que me deparei com isso:

Isso acontece em certa parte do show, a banda toda sai do palco e ele toca alguma música sozinho. Já cantou Simon & Garfunkel – For Emily, também Bee Gees – How deep is your love.

Mas essa música em questão meio que mexeu, a letra é linda. Infelimente, acabou no esquecimento.

Um outro belo dia estava assistido um seriado chamado Cold Case (o qual sou fanática) e começou a tocar essa música (um ponto a destacar: as trilas escolhidas para esse seriado são sempre ÓTIMAS). Fui buscar na minha memória onde já a tinha escutado e BAM! Achei =]

Consegui pegar uma frase da música, joguei no google, achei a letra inteira, quem a cantava e também um vídeo no google, é claro. Com vocês, apesento The Shirelles:

A letra simplesmente é sensacional. Sem mais palavras para descrever a letra.
Trocentos artistas já a regravaram, mas foi na voz das Shirelles que se tornou um hit. E também foi essa versão que eu ouvi no Cold Case.

Quanto às Shirelles só sei isso:
http://en.wikipedia.org/wiki/The_Shirelles

Não achei nenhum site que disponibilize album delas para baixar (mega upload, rapidshare afins). Baixei umas músicas soltas no Lime Wire.
Vale a pena ouvir The Shirelles, uma outra música que também não pode faltar é “Mama said”.
ATENÇÃO! Não confundir com “Mama said” do Metallica, uma não tem nada a ver com a outra, além do nome.

Achei agora uma versão interessante de “Will you still love me tomorrow” na voz de Dusty Springfield:

Músicas pra deixar qualquer depressivo feliz

Posted in Música with tags , , , , , on 02/25/2009 by vohfumada

Como estamos em época de carnaval, normalmente escreveria alguma coisa sobre o carnaval. Mas como odeio carnaval e não tenho nenhum pensamento profundo para escrever sobre, então que se foda o carnaval.

Tem sempre aqueles dias que você se encontra na merda, se sente desanimado até pra ir o banheiro. Normalmene músicas me animam; colocar o som no volume máximo e sair pulando pela casa (mas isso tem que ser feito antes das 22h, pq o síndico que mora aqui em baixo dá vassorada no teto por causa de barulho). Mas tem certas músicas que fazem meu dia mais feliz, que na hora que eu as ouço tudo fica mais lindo, o sol fica mais brihante, por alguns instantes o mundo é maravilhoso.

Certa época da vida, que eu me encontrava na fossa, ouvia muito Morrissey. Cara, que som deprê!! Morrissey é confortante, serve pra você saber que merdas não acontecem só com você.

Por isso passei a ouvir músicas mais animadoras. Mas, em epecial, duas músicas, não importa quão na merda esteja, SEMPRE animam.

Fica a dica, uma delas o próprio nome já diz “Make you feel better” dos Red Hot Chili Peppers:

Uma das coisas que acho foda na música é que o que “dá a melodia” (não entendo lhufas de música, não sei outro modo de expressar isso) é o baixo. A guitarra fica a música inteira só no “blééém” e a bateria é hiper simples, fica praticamente só na caixa. Enquanto issó, lá no fundo, se ouve um baixo emitindo uma melodia simples e bonita.

Outra é essa:

É meio bobinha, a letra não diz nada demais, mas é super animadora!
Essa música é trilha sonora do filme “Minha mãe é uma sereia”, Christina Ricci quando ainda tinha uns 10 anos e Winona Ryder quando ainda não roubava lojas.

Boa dica de filme também =]
divertido.

Sucessos (descartáveis) do you tube

Posted in Devaneios, Música with tags , , , , , on 02/18/2009 by vohfumada

Sério, na real… muito fácil fazer sucesso hoje em dia. O necessário: Um perfil no orkut
Uma Comunidade no orkut estilo “eu amo a Chris Loka” óbvio que no ligar da “Chris Loka” vc insere seu nome.
Uma conta no you tube
Uma câmera Cyber shot
O Orkut é o meio de divulgação do seu “talento”, é onde você colocará seu book caseiro, posando pra fotos fazendo caras e bocas, onde seus fãs discutirão seu trabalho etc

Reparem que quem criou a comunidade “Eu amo a Chris Loka do Sapopemba”, foi a própria Chris Loka do Sapopemba  e na descrição da comunidade é mais engraçado ainda porqueé tudo na terceira pessoa:
Comunidade criada pra essa pessoa linda e maravilhosa que é a Chris Loka do Sapopemba. Aqui é o espaço para os fãs dessa estrela discutirem suas músicas que inspiram uma nação. Sucesso para a Chris, essa Loka que a cada dia nos surpreende com suas músicas lindas que tocam nosso coração.

O you tube é o lugar onde colocar o tal “trabalho”. É por ele que obterá sucesso. Super fácil:
faça um vídeo tosco. Não precisa ser tosco intencional, pode ser tosco sem querer, como é o exemplo da Christney Spears, que fez vários vídeos na praia de São Vicente, dublando a “cantora” Britney Spears. Fez tanto sucesso que foi até no programa da Márcia. (okey vai.. ir no programa da Márcia não é sinônimo de sucesso, mas a garota pelo menos apareceu em rede nacional).

Mas esses sucessoa vêm e vão. Assim, rápidos.. líquidos..descartáveis, assim como tudo que é sólido desmancha no ar. E poucos se lembram de quem realmente estrelou essa febre de vídeos toscos no you tube. Alguém se lembra da gloriosa Ruth Lemos? Muitos devem estar se perguntando: Ruth, quem? Ruth Lemos, a mulher do “sandwiche-iche”. Refrescar a memória:

Pra mim esse é o melhor vídeo de todos. Dá de mil a zero na menina pastora, na garota do “putz, que tosco”, no super man indiano, no pó pára com pó. Ruth Lemos é eterna. Não existe vídeo melhor que esse. Lembro que foi uma febre, o vídeo tinha milhões de acesso por dia, comunidade no Orkut bombava, foi o vídeo que ficou em voga por mais tempo. Hoje as coisas são diferentes, cada dia aparece um ser tosco querendo fazer graça. O último da vez é clipe de uma aí chamda Stéfhany. Antes de ver o vídeo, assista esse clipe pra poder entender a piada, não precisa assistir todo:

Com vocês, Stéfhany:

Fala sério, melhor que a Miss Dengue do Orkut!!

Pra onde vão os artistas esquecidos?

Posted in Devaneios, Música with tags , , , on 02/11/2009 by vohfumada

Sério, onde foram parar todos artistas que um dia oram famosos?

Será que existe uma espécie de “Rancho dos ex-artistas”?

Observando isso, pude constar que uns viram evangélicos e começam a fazer música gospel, como é o exemplo da Mara Maravilha. Outros vivem às custas de programas como “Super Pop”, já percebeu que SÓ vai artista falido contar sua dramática história de vida. POucos sobrevivem de escândalos, artimanha a qual Britney Spears usou para unca sair da mídia. Uns outros “apadrinham” bandas/artistas novos e vivem de participações especiais. Já repararam que sempre existe um:
NOVO CD DO “FULANO”, COM PARICIPAÇÃO ESPECIAL DE CLAUDINHO, EX INTEGRANTE DO GRUPO MOLEJO.
Também tem uns que abrem seu próprio estúdio de gravação e vivem disso. Já os desesperados, sem dignidade alguma vão parar no programa da Márcia pedindo ajuda, contanto sua dramática história que um dia fez um usper sucesso e hoje vive na merda e pede ajuda ao povo brasileiro que  compre seu mais novo CD que estará nas lojas a partir de Setembro.

Humilhante.

Alguém lembra do Carrapicho?? Aquele que cantavam “Bate forte o tambor, eu quero tic tic tic taaaa”
Pra onde esse ser foi?? Será que está preparando um mais novo hit para alegrar os ouvidos da população geral?