Arquivo para março, 2009

“A Máquina de lavar e a liberação das mulheres — ponha detergente, feche a tampa e relaxe”.

Posted in Questoes da Humanidade on 03/22/2009 by vohfumada

Quem acompanhou os noticiários semana passada viu que saiu no jornal do vaticano um texto de uma escritora conservadora que dizia que a máquina de lavar roupa fez mais pela revolução feminina que a pílula anticoncepcional e a inserção da mulher no mercado de trabalho.

O texto então conta a história da máquina de lavar, desde um modelo rudimentar de 1767 na Alemanha, até os modernos equipamentos com os quais a mulher pode tomar um capuccino com as amigas enquanto a roupa é batida.

Cara Senhora autora do texto, nós mulheres não conervadoras não queremos tomar capuccino com as amigas. Queremos reconhecimento. Quremos receber o mesmo salário que os homens (infelizmente isso acontece). Quem disse que é a mulher que tem que lavar roupa?
Cada época que passa aparece uma nova mulher em prol da revolução, ai vem um ser que não evolui e escreve uma coisa dessas.

Alguém conhece Leila Diniz? Essa pra mim é a verdadeira mulher. Não tinha medo de fazer o que queria. Foi a primeira mulher a usar biquini grávida e fazia o que bem queria da vida.
Claro, exitiram outras, mas cito Leila Diniz porque ela não é muito reconhecida porém as coisas que ela fazia era considerado um ultraje para a época, o que hoje não significariam nada.

A pílula foi ma grande revolução pois permitiu à mulher ter controle do próprio corpo, ter filho quando quiser. Além de ser um método contraceptivo, ela também controla a menstruação, previne o câncer de útero e evita cólicas.
A inserção da mulher no mercado de trabalho provou que a mulher não é um ser submisso ao homem, ela não tem a obrigação de ficar em casa cozinhando esperando o marido para jantar.
O engraçado é que a mulher, durante a Revolução Insdutrial Européia, trabalhava, mas bom, naquela época até crianças trabalhavam. Os tempos foram mudando e com isso a mulher foi ficando em casa.
Hoje não é difícil encontrar mulheres que queiram ficar em casa. Para mim, se submeter ao homem desse jeito é uma desevolução. Imagina só: toda vez que você quiser comprar uma roupa nova, ou gastar um pouco a mais no cabelereiro, você terá de pedir dinheiro ao seu marido. Patético. E ele, com todo orgulho do mundo, estufa o peito e fala: Eu pago as contas da casa.

Lendo isso até parece que sou feminista. Não sou, pois o feminismo, em tese, é proporcionalmente inverso ao machismo. Simplesmente sou a favor dos direitos iguais. Até porque não curto muto aquelas feministas extremas. Um vez um conhecido meu contou que foi cumprimentar uma dessas com um beijo no rosto, ela se esquivou e fez qustão que ele a cumprimentasse como ele cumprimenta todos os homens, com um aperto de mão.
Sério, eu tenho mais o que fazer da minha vida do que ficar questionando modos de cumprimentar.

O pior de tudo iso é que a Igreja, infelizmente, ainda tem uma grande influência sobre as pessoas e aposto que muitas mulheres se identificaram com o texto.
Uma vez meu pai me contou a história de uma paciente que lutou pelos direitos da mulher e que um dia ela virou e falou: Sabe o que a mulher ganhou com a inserção dela no mercado de trabalho? Jornada dupla, pois além de trabalhar fora de casa, tem que cuidar dos filhos e preparar a comida em casa.
Por isso que quando falo que “quem disse que é a mulher que tem que lavar roupa” também não acho que tenha que ser o homem.  Sou a favor de uma divisão democrática dos serviços domésticos e a criação dos filhos também tem que ser feita em conjunto.
Oras, os dois do casal trabalham, então o homem não tem mais o discurso “eu trabalho o dia inteiro e boto comida na mesa, você então cuida da casa e dos filhos”. Se ambos trabalham o que custa para o ser do sexo masculino do casal participar um pouco também dos afazerres domésticos?

Apesar de tudo, eu respeito a decisão dessas mulheres de escolherem uma posição inferior a de seus maridos. Afinal, o que posso fazer? Cada um faz o que quer da vida.
Bem que eu queria mudar o mundo, mas isso ateh as candidatas de MISS “alguma coisa” também incluem isso em seus discursos sobre paz mundial e são umas tapadas.

E ah, essa mulher além de tudo é burra.
Pra lavar não é só simplesmente jogar a roupa na máquina de lavar.
1º – Nem toda roupa pode ir na máquina
2º – Antes de jogar na máquina tem que dar um esfregada pra tirar as sujeiras mais difíceis, principalmente mancha de desodorante e roupas íntimas.
3º – Não esquecer de separar as brancas das coloridas.

Parece até que sou dona de casa, mas se você quer ser uma mulher independente tem que saber lavar roupa, porque lavanderia hoje em dia tá muito caro.

Guten Morgen!

Posted in Cotidiano with tags , on 03/17/2009 by vohfumada

Estava eu hoje voltando do meu curso de alemao quando um cara me para na rua e, em alemao, me diz:

 

– Bom dia!

– Bom dia – respondi tambem em alemao.

– Como vai?

– Vou bem e voce?

– Estou bem, mas estou cansado e com fome, tenho que trabalhar. – Fez um simpatico gesto na barriga de quem estava com fome e apontou para o fim da rua.

– Entao ta, tchau!

– Tchau, ate amanha. Voce vem amanha?

– Nao, so na quinta.

– Entao ate quinta.

– Tchau!

– Tchau!

 

Isso seria normal em frente a um instituto de lingua alema se o cara nao fosse um um pedreiro que estava fazendo uma obra ali na rua e que nao tinha cara de quem podia estudar alemao. Enfim, fiquei tao perplexa naquele momento que esqueci de perguntar aonde ele estudava. Perguntarei na quinta!

Vagabundo!!!!

Posted in Sem categoria with tags on 03/16/2009 by vohfumada

Estou eu a olhar a janela e vejo o meu vizinho do predio da frente fumando um em sua varanda e bebendo coca-cola.

Penso “Que vagabundo, fumando um sentado na sua varanda e bebendo coca-cola em plena 3 da tarde de segunda-feira!”

Subitamente ele olhou para cima e me viu, na minha janela tomando agua num copo de coca-cola. Nos olhamos por algum tempo.

Ele provavelmente pensou ” Quanta vagabundagem essa menina na janela tomando agua num copo de coca-cola em plena 3 da tarde de segunda-feira e ainda achando que tem razao e que o vagabundo sou eu.”

Precisei postar isso antes de parar de matar aula.

Ah, dúvida cruel!

Posted in Devaneios, Relacionamentos with tags on 03/14/2009 by vohfumada

Quem nunca passou por um situação que tá morrendo de vontade de sair com um cara, ma sabe lá se ele quer sai com você. Mas enfim, você é mulher e se acha o corajosa o suficientepara tomar atitude e ligar. Mas o que você mal espera é que na hora que pega  telefone fica olhando pra ele e pensando “ligo ou não ligo?”.

Uma vez eu liguei. Tive de ouvir “Ontem a noite tomei um porre de whisk e hoje tô meio sei-la. Mas é sabado.. bom eu te ligo qualqer coisa!”
Eu acabei saindo com uma amiga esse dia e durante a noite recebi a seguinte mensagem: Pô, tô meio mal hoje, nem vai rolar de sair. Desculpa.

Mensagem… uma das melhoes invenções. Nessa dúvida de “ligo ou não ligo” acabei mandando ma mensagem, é meio impessoal mas acaba solucionando o problema de forma prática. Mas não obtive resposta, não sei se ele recebeu.

E ai, ligo ou não ligo?

Apaixonando-se. Parte 2.

Posted in Devaneios, Relacionamentos with tags on 03/11/2009 by vohfumada

Certo dia, numa aula de Estética e Cultura de Massa, a professora disse:
– Apaixonar-se é um saco. Você não pára de pensar nele! Quer ler um livro mas pensar nele é algo mais forte!

Na época eu estava namorando e então pensei:
Oras, eu não sou como todas as mulheres,  não penso no meu namorado toda hora, eu sei me controlar e eu o amo.

O fato é que com o tempo as coisas foram se acostumando, me acostumei com ele. Acho que realmente naquela altura do campeonato eu não estava mais apaixonada como no início do namoro. Isso foi um dos motivo pelo qual ele terminou, viramos amigos, não existia mais paixão.

Agora eu entendo o que essa professora  quis dizer. Me encontro no exato momento assim. Acabei de lembrar que essa professora tá com umas fitas VHS´s minhas sobre a História do Rock, eu juro que as quero de volta!
Voltando ao assunto…
Quando você tá no trabalho ou faculdade, okey, pois mantém a mente ocupada. Mas nas horas de ócio, ou seja, depois de “Os Mutantes” e “Chamas da vida” ou até mesmo durante “Os Mutantes” e Chamas da Vida” até a hora de dormir só fico na expectativa da chegada do fim de semana. Falando nisso, viram que o Dado Dolabella morreu ontem na novela? Como eu gostaria que isso fosse real.
Mas como eu quero logo o fim de semana pra poder sair, ou então até mesmo assitir um filme em casa. Mas infelizmente minha tv não tem entrada para DVD. Um amigo meu falou que com um transmissor eu consigo. Um amiga falou qu se ligar o DVD num VCR e ligar o VCR na única entrada da TV, rola. Mas mais difícil que arranjar um transmissor, é arranjar um VCR!!!

Mas só de encontrar com ele já tá ótemo!

O foda é quando alguém se apaixona por você  não há nada que possa fazer. Simplesmente, você não gosta da pessoa! Você só quer amizade, até porque o cara até que é legal e tudo mais, mas não rola! Ai eu fico imaginando aquelas frases feitas de filme de comédia romântica:
Eu não gosto de você assim como você gosta de mim. Vamos ser só amigos.

É um clichê mas tenho vontade de usar!
Confesso que já usei a “O problema não é você, sou eu.”
Deu certo, eu acho.

Apaixonando-se

Posted in Arte, Questoes da Humanidade, Relacionamentos on 03/09/2009 by vohfumada

Ontem la pelas 8 horas da noite entre uma e outra olhada no msn esperando um recado importante me vem a mensagem de uma amiga ” Da uma lida nisso” e me manda um post de um blog http://meiointelectual.blogspot.com/ que so tinha um post ” Bar ruim e lindo, bicho!” Logo me lembrei dos meus tempos aureos de solteira-fazendo-cursinho-em-Santos e dos bares terriveis que nos iamos, nao porque era barato (porque,de fato, em cidade de turista bar barato mesmo so ao lado de puteiro). O tipico bar que toca a fita demo do calypso cover enquanto os tiosinhos-barrigudos-sem-camisa abanam churrasco. Fui e ainda sou frequentadora desse tipo de lugar, agora em menor escala pois adotei um novo bar e, aquele nao pode ser considerado “meio intelectual, meio de esquerda” mas o atendimento e bom. 

O fato e que essa minha amiga estragou o meu domingo de leituras academicas, o domingo que eu tinha para fazer tudo o que eu devia. Ao ler esse texto pensei ” Nossa, genial esse tal de Antonio Prata!” e corri atras de mais uma coisa ou outra que ele tivesse escrito. Cai nos dois blogs dele (o antigo e o novo) e me apaixonei! Haha descobri que e possivel se apaixonar por um cara que vai ajeitar a gaveta e termina querendo fazer um regime, que comeca a noite com seis negos dentro de um Ford Ka e termina brincando de danca das cadeiras numa festa X. Sensacional! 

Recomendo a todos que quiserem alguma diversao:

http://blogdoantonioprata.blogspot.com/ – Blog Antigo

http://blog.estadao.com.br/blog/antonioprata/ – Blog novo

Quanto a mim, ja sao 12:10 de segunda feira e nao lavei minha roupa e nem tomei banho ainda. Vou correr sem ler o Foucault e tocar a semana.

Por quê a demora?

Posted in Devaneios, Relacionamentos on 03/04/2009 by vohfumada

Aproveitando o assuntos dos posts anteriores de “Droga, pq não peguei antes?”.

Mas o fato em questão não é seu amiguinho de infância que era um patinho feio e agora está um deus grego e sim por que às vezes a gente enrola pra pegar alguém.

E pergunto, por que??

Um cara que aparentemente parece ser legal pede seu telefone, você faz cu doce e no máximo passa o msn. No msn você repara que ele realmente é legal e então depois de muito tempo, passa o telefone!
Um belo dia combinam de sair. Ficam. E acha ótimo, o cara é super gente boa, tem pegada e beija bem. Ai então se depara com a notícia de que daqui um mês ele vai se mudar pra outro país, OBA!

Ai então você fica se matando por dentro e se perguntando por que não peguei antes??
Por que fazemos cu doce? Por que tanta enrolação?

Por isso estou numa fase meio “Se joga!”, com alguns critérios, é claro, afinal, não rola pegar qualquer um.

Sempre acontece situações que o cara pede pra sair com você, você recusa e depois de um tempo ele aparece com namorada ai então você exclama:
Droga! Bem agora que eu tava começando a gostar dele!

Ou então de tanta frescura o cara acaba simplesmente desistindo de você. Depois disso ficará se matando correndo atrás do cara.

O importante: Se joga! =D
Aproveite! Qual é o pior que pode acontecer? O cara ser um mala? Ter bafo? Pau pequeno?
Acontece.. são coisas da vida.
Pelo menos terá história pra contar.